O escritório de Freud

um olhar sobre o local onde trabalhava o fundador da psicanálise

O escritório de Sigmund Freud -o pai da psicanálise- que vou mostrar aqui, foi também sua sala de atendimento para as sessões de terapia.  Pertencentes a sua moradia em Londres, fizeram parte de seu último ano de vida entre 27 de setembro de 1938, até sua morte aos 83 anos, em 23 de setembro de 1939.

Sua mudança de Viena para Londres foi uma fuga, como refugiado, da perseguição Nazista da época. Apesar do pouco tempo vivendo nesta específica casa de Londres, esta foi a sua última moradia e, portanto, bastante relevante. Considero relevante pois tornou-se um ponto final de referência para estudos quanto ao design de interiores, que circundava o dia-a-dia do psicanalista e, foi decorado, provavelmente, com maior maturidade e conhecimento de suas preferências. É relevante também porque todos os seus móveis e objetos pessoais foram levados de Viena a Londres, tornando este local bastante característico de suas escolhas à mais de 40 anos morando na antiga casa na Áustria.

Acostumado a receber pacientes e ser um local de análises pscinalíticas, me proponho agora a inverter os papéis, e o analisado será o ambiente. O que o local de trabalho, estudo e maior parte de tempo desprendido do Freud, tem a dizer sobre ele? O que a Psicologia do Design teria a dizer sobre ele?

Freud’s study has been preserved just as it was during his lifetime.

It contains Freud’s original psychoanalytic couch, on which his patients were invited to recline and say whatever came to mind.

The study also contains his remarkable collection of antiquities. Almost 2,000 items fill cabinets and are arranged on every surface. There are rows of ancient figures on the desk where Freud wrote until the early hours of the morning.

Uma arqueologia da mente. – escavando o inconsciente – Freud muitas vezes comparava a psicanálise à arqueologia. Ele mesmo era um apaixonado colecionador, tendo acumulado mais de 2.500 objetos de civilizações antigas.

 

The walls are lined with shelves containing Freud’s personal library of over 1,600 books, interspersed with several notable pictures hung as he arranged them.

A biblioteca, a coleção e o sofá psicanalítico mundialmente famoso de Sigmund Freud ainda estão em sua última casa em 20 Maresfield Gardens, Londres,

 

O legado de Freud se estende muito além do sofá. Estende-se por disciplinas que vão desde a psicologia à literatura e arte. Suas idéias continuam a influenciar a forma como entendemos a nós mesmos, e fornecem uma ferramenta vital para dar sentido a um mundo mutável e perturbado.

 

.Referências.

www.freud.org.uk

www.psychologytoday.com